Logo para o Blog da Kennedy Viagens

Análise do Impacto das Restrições de Voos em SDU em Viagem

O Aeroporto Santos Dumont (SDU) é um dos principais aeroportos do Rio de Janeiro, responsável por atender cerca de 12 milhões de passageiros por ano. Em setembro de 2023, o Conselho de Aviação Civil (Conac) aprovou uma resolução que limita as operações do SDU a voos com raio máximo de 400 quilômetros. A medida, que entrará em vigor em janeiro de 2024, tem como objetivo reduzir o impacto da poluição sonora na cidade e melhorar a segurança operacional.

Impacto na conectividade

A principal consequência das restrições de voos no SDU é a redução da conectividade do Rio de Janeiro com outras cidades do Brasil e do mundo. Antes da medida, o aeroporto operava voos para mais de 30 destinos nacionais e internacionais. Com as restrições, o número de destinos caiu para apenas 15, sendo a maioria para outras cidades do Sudeste.

Esse impacto é sentido principalmente por passageiros que precisam viajar para destinos que não estão dentro do raio de 400 quilômetros do Rio de Janeiro. Por exemplo, passageiros que precisam viajar para São Paulo, Brasília ou Belo Horizonte precisam agora obrigatoriamente voar pelo Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão).

Impacto nos custos

As restrições de voos no SDU também têm impacto nos custos das viagens. Como os passageiros precisam agora voar para o Galeão, os preços das passagens aéreas tendem a aumentar. Isso porque o Galeão é um aeroporto mais caro para operar do que o SDU.

Além disso, os passageiros que precisam fazer conexão entre o SDU e o Galeão também precisam considerar os custos do transporte entre os dois aeroportos. O trajeto entre os dois aeroportos pode ser feito de ônibus, táxi ou carro por aplicativo.

Impacto no tempo de viagem

O tempo de viagem também é afetado pelas restrições de voos no SDU. O trajeto entre o centro do Rio de Janeiro e o Galeão é mais longo do que o trajeto entre o centro e o SDU. Isso porque o Galeão fica localizado na Ilha do Governador, a cerca de 20 quilômetros do centro.

Para passageiros que precisam fazer conexão entre o SDU e o Galeão, o tempo de viagem pode ser ainda maior. Isso porque os passageiros precisam considerar o tempo de deslocamento entre os dois aeroportos, o tempo de espera pelo voo de conexão e o tempo de embarque e desembarque.

Impacto na experiência de viagem

No geral, as restrições de voos no SDU têm um impacto negativo na experiência de viagem dos passageiros. A redução da conectividade, o aumento dos custos e o aumento do tempo de viagem são fatores que tornam as viagens mais difíceis e inconvenientes.

O que fazer para minimizar o impacto das restrições?

Existem algumas coisas que os passageiros podem fazer para minimizar o impacto das restrições de voos no SDU. Uma delas é planejar a viagem com antecedência. Isso pode ajudar os passageiros a encontrar as melhores opções de voo e de hospedagem.

Outra dica é considerar a possibilidade de voar para o Galeão. Embora o Galeão seja um aeroporto mais caro e distante, ele oferece mais opções de voos e destinos.

Por fim, os passageiros também podem optar por viajar de carro ou de ônibus. Embora essas opções sejam mais demoradas, elas podem ser mais econômicas.

As restrições de voos no SDU são uma medida que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos moradores do Rio de Janeiro. No entanto, a medida também tem um impacto negativo na experiência de viagem dos passageiros.

© Todos os direitos reservados para Kennedy Viagens

Imperatriz - MA

Rua Benedito Leite, 629 | 65903-290 | Centro | Imperatriz – MA

São Paulo - SP

Av Paulista, 171, 4ª andar | 01311-000 | Bela Vista | São Paulo – SP

Curitiba - PR

Travessa Ferdinando Aristides Moleta, 117 | 83045-090 | Afonso Pena | Curitiba