Desafios das viagens corporativas em época de fim de ano

Os profissionais responsáveis pela gestão de viagens corporativas sabem da importância de realizar planejamentos em conformidade com a política interna da empresa, não é mesmo?

Além disso, em certas épocas do ano, algumas dessas viagens podem ocorrer sem prévio aviso – algo mais comum em época de fim de ano. As reuniões de resultados ou as festas comemorativas são bons exemplos disso.

Felizmente, é possível se precaver de rupturas mais bruscas em seu orçamento. Afinal, não apenas os custos, mas os retornos de tais deslocamentos devem ser calculados por meio de processos bem definidos, a fim de que a empresa não se prejudique financeiramente.

Pensando nisso, apresentamos, ao longo deste artigo, os principais desafios da gestão de viagens corporativas em época de fim de ano e, ainda, quais são os diferentes tipos de deslocamentos nesse período. Boa leitura!

Principais desafios

Independentemente do motivo da viagem necessária (confraternização, resultados, bonificação etc.), a sua empresa deve assegurar a realização de um deslocamento que não comprometa as finanças do negócio e, tampouco, o trabalho e a segurança dos colaboradores. A seguir, listamos alguns dos principais desafios:

Poucas ofertas

Uma vez que muitas pessoas já se programaram para viajar nessa época (e as estadias tendem a demorar), devido ao fato de ser um período de descanso, há poucas ofertas disponíveis, principalmente, se você procurar “de última hora”. Assim, a dificuldade de encontrar hospedagem pode ser um dos principais desafios para a sua gestão no fim de ano.

Superlotação

A superlotação – em aeroportos, estradas ou rodoviárias – é um grande problema recorrente no final do ano. Esses locais, pelos motivos supramencionados, tendem a ficarem abarrotados, fazendo com que os procedimentos demorem mais do que o normal.

Alto custo

No final de ano, as viagens corporativas são, praticamente, um sinônimo de preços elevados. Por se tratar de uma época na qual a maior parte das pessoas e, também, das empresas, costumam entrar em recesso. Dessa forma, a alta dos preços serve para equilibrar a economia, pois, a procura é, de fato, intensa.

Diferentes tipos de viagens corporativas em fim de ano

Como gestor, você deve conhecer as distintas demandas corporativas, a fim de se preparar adequadamente para cada tipo de deslocamento. Leve em consideração que esta época costuma envolver mudanças relevantes, como renovação de contratos e consolidação de novas parcerias.

Confraternização

Final de ano é a época ideal para as confraternizações. Nesse sentido, uma viagem com essa temática pode engrandecer todos os que participarem das festividades. Acima de tudo, é uma excelente forma de agradecer pelos esforços profissionais do ano que termina e fortalecer os vínculos profissionais entre os colaboradores da empresa.

Bonificação

Muitas empresas têm implementado diferentes sistemas de bonificações com viagens exclusivas, a fim de incentivar os seus colaboradores. Adicionalmente, essa estratégia contribui para que o profissional se sinta reconhecido, promovendo momentos de descanso e lazer para quem ajudou no crescimento da organização ao longo de todo o ano.

Resultados

Após doze meses com altos e baixos na empresa, é de suma importância transmitir os resultados obtidos a cada colaborador. Dessa forma, é mais fácil planejar (com precisão) as atividades que serão desempenhadas no ano seguinte. Não se esqueça de coletar os dados mais relevantes e os apresentar nesta ocasião.

© Todos os direitos reservados para Kennedy Viagens

Imperatriz - MA

Rua Benedito Leite, 629 | 65903-290 | Centro | Imperatriz – MA

São Paulo - SP

Av Paulista, 171, 4ª andar | 01311-000 | Bela Vista | São Paulo – SP

Curitiba - PR

Travessa Ferdinando Aristides Moleta, 117 | 83045-090 | Afonso Pena | Curitiba