O que fazer quando perco o voo?

Infelizmente, perder um voo é algo bastante comum, tanto por atrasos na hora do check in quanto pela perda de alguma conexão. Todavia, esse é, certamente, um dos maiores receios de quem precisa desse meio de transporte a fim de realizar o seu trabalho.

Ou seja, se você acabou perdendo seu voo para alguma viagem corporativa, as informações que abordamos neste artigo podem ser grande ajuda para evitar que esse momento de frustração prejudique os seus resultados profissionais. Boa leitura!

Primeiro passo

Por se tratar de uma situação desagradável, é compreensível que o profissional em viagem a trabalho fique nervoso. Todavia, o primeiro passo é tentar manter a calma. Juntamente a isso, a perda do voo resulta em atrasos indesejados em encontros e/ou reuniões importantes.

Para que que você saiba quais medidas tomar a seguir, elencamos algumas possibilidades e apontamos alguns direitos a acessar que podem ser interessantes, de acordo com as diretrizes das companhias aéreas mais utilizadas.

Compras feitas diretamente com companhias aéreas

Inicialmente, é de suma importância saber que as regras e normas de alterações de passagens em vigor antes da pandemia retornaram à normalidade no início do ano de 2022.

Desse modo, os dispositivos da Resolução 40, publicada em dezembro de 2016, devem ser seguidos. Ao comprar passagens diretamente com a companhia aérea e, posteriormente, perder o voo, o viajante tem o direito, segundo regulamentação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), de:

  • Solicitar reembolso dos valores gastos (em até 7 dias), embora esteja sujeito a certas multas contratuais;
  • Solicitar créditos para voos futuros;
  • Solicitar a remarcação da passagem.

LATAM

Dentre as possibilidades oferecidas pela companhia aérea LATAM, destacamos:

  • Tarifa TOP: isenção de taxa, apenas a diferença de valor da tarifa será cobrada;
  • Tarifa Plus: para a remarcação, a taxa cobrada é de R$ 340 adicionada à diferença entre as tarifas do novo voo e do voo original;
  • Tarifa Light: o valor da taxa de remarcação é de R$ 360 acrescida da diferença entre as tarifas do novo voo e do voo original;
  • Tarifa Promo: uma modalidade que não permite reembolso.

Enfim, os clientes que contam com passagens resgatadas mediante pontuação LATAM Pass podem conferir as tarifas e suas atualizações no site oficial da empresa aérea.

Gol

Ao utilizar os serviços da Gol, os passageiros que perderam seus voos devem se apresentar, até o limite de 1 hora, contando a partir da decolagem dos voos originais. Caso exista, em até seis horas, um voo disponível, o profissional em viagem pode seguir no próximo voo, mediante o pagamento da taxa de R$ 350 ou de 100% da tarifa aérea.

Nesse caso, sempre será considerado qual é o menor valor. Em conclusão, é fundamental ficar atento, pois esta norma só tem validade para os bilhetes Smiles e para os que se enquadram nas Tarifas Plus, Light e Promo.

Azul

A cobrança de taxas é realizada, para passageiros da Azul, sob uma forma fixada em cem por cento da tarifa aérea ou R$ 350 – considerando, também, o menor valor! No entanto, se você efetuou a compra mediante pontos “TudoAzul”, o procedimento é diferente.

Nestes casos, será cobrada, além da taxa, a diferença existente na pontuação entre o novo bilhete e o que já foi emitido. Mais informações e atualizações podem ser encontradas no próprio site da companhia aérea.

© Todos os direitos reservados para Kennedy Viagens

Imperatriz - MA

Rua Benedito Leite, 629 | 65903-290 | Centro | Imperatriz – MA

São Paulo - SP

Av Paulista, 171, 4ª andar | 01311-000 | Bela Vista | São Paulo – SP

Curitiba - PR

Travessa Ferdinando Aristides Moleta, 117 | 83045-090 | Afonso Pena | Curitiba