Você sabe como funcionam os testes de COVID para viagens de avião?

As viagens de avião estão finalmente voltando a acontecer com frequência, conforme avançamos cada vez mais para retomarmos a nossa rotina após os últimos anos conturbados que enfrentamos graças ao COVID-19.

Por mais que tudo esteja voltando ao normal, isso não significa que é hora de relaxar em nossa segurança e proteção contra o vírus! Aliás, é justamente o contrário. Para que continuemos nessa crescente no quadro de melhoras, é fundamental mantermos cuidados importantes, e entre eles, estão os testes de COVID antes das viagens.

Isso porque as viagens, principalmente as de avião, nos colocam em ambientes muito propícios à propagação da infecção, por contarem com um elevado fluxo de pessoas. Por isso, visando garantir proteger a si mesmo e os outros a sua volta, realizar o teste é essencial para certificar-se de que você não está positivado para a doença.

Porém, você sabe ao certo como funcionam esses testes de COVID para viagens de avião? Por sabermos tratar-se de um assunto que ainda pode gerar dúvidas, escrevemos esse artigo, para te ajudar com isso! Para saber mais sobre, é só continuar lendo.

Para viagens nacionais, o teste de COVID-19 é necessário?

A resposta para esta pergunta vem direto da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), que decidiu que, para voos domésticos, ou seja, aqueles que são efetuados apenas dentro do território brasileiro, não há necessidade da apresentação de testes de COVID-19.

Isso não quer dizer, porém, que os cuidados não são necessários. É requerido que todos os protocolos de segurança sejam seguidos à risca, para evitar o risco de contaminação.

Dentre essas medidas, estão a obrigatoriedade do uso de máscara em espaços públicos, o distanciamento social e, claro, os cuidados pessoais que cada um deve ter, como realizar a higiene constante das mãos e não compartilhar itens de uso pessoal com outras pessoas.

E para viagens internacionais, é preciso fazer o exame?

Fora do Brasil, porém, a legislação é outra. É importante ressaltar que vários países já aceitam o comprovante de vacinação completa como o único requisito necessário para realizar os voos, sendo importante, nesses casos, ter em mãos os documentos que certificam sua imunização.

Porém, muitos ainda exigem, sim, que seja feito o exame PCR para atestar que você não está infectado com o vírus, para que só assim você possa entrar no país. Por conta disso, é essencial se informar sobre as medidas adotadas pelo local de destino da sua viagem, para seguir os protocolos estabelecidos por ele e evitar imprevistos.

Quanto tempo antes da viagem eu preciso realizar o teste de COVID-19?

Nessas ocasiões, o planejamento prévio é tudo. Quando você planeja uma viagem para um local que exige a apresentação do teste PCR negativado para sua entrada, você precisa levar em conta três fatores importantes: a data e horário do seu voo, o tempo de espera para o resultado do teste e o prazo estipulado para emissão dos exames no país de destino.

Isso porque existem algumas localidades que só aceitam testes emitidos até 72 horas antes do embarque. Dessa forma, é importante ter em mãos não apenas um exame, mas um que tenha sido emitido no prazo permitido pelos protocolos do país.

Novamente, é essencial que você pesquise especificamente pelas normas adotadas pelo seu destino de viagem, já que essas são informações que variam muito de lugar para lugar. Tendo isso em mãos, ficará muito mais fácil realizar o planejamento da sua rotina de viagem, garantindo, assim, que tudo ocorra bem e evite qualquer imprevisto.

Onde eu posso realizar o teste PCR?

Essa é outra informação que se difere muito de local para local. Por isso, a primeira dica que damos é pesquisar especificamente os lugares indicados para a realização do exame no seu município, já que, em alguns casos, existem estabelecimentos que se voltam especificamente para isso por alguns períodos.

Ainda assim, é comum que seja instruído que você se dirija a um laboratório ou unidade hospitalar, sendo recomendado também que você agende o exame com antecedência para evitar esperas muito longas em filas.

Em algumas localidades específicas, é importante ressaltar que as Unidades Básicas de saúde, para evitar a sobrecarga, realizam o teste PCR apenas com indicação médica. Nesses casos, dirija-se a uma instituição particular e explique que a motivação do seu exame é pela necessidade de apresentação dos resultados para uma viagem.

E fora do Brasil? Onde eu realizo o exame?

Atualmente, a ANVISA exige que, para retornar ao Brasil depois de uma viagem internacional, você apresente um resultado negativo do exame para o coronavírus. Dessa forma, se você estiver viajando durante o vigor dessa determinação, é importante ficar atento a isso.

Nesses casos, o mais recomendável é contar com um seguro de viagem que ofereça esse tipo de cobertura. As agências de viagens também se adaptaram para enfrentarem esse período pós-pandemia, e muitas colocaram em seus protocolos planos que já contam com a cobertura para os exames PCR necessários para retornar ao território brasileiro.

Novamente, a informação é o que mais vai te ajudar aqui. Assim, pesquise e se informe sobre os seguros de viagem que disponibilizam esse tipo de serviço, já que isso vai te ajudar muito na sua viagem de volta ao Brasil.

Se ainda com esses benefícios e facilidades você optar por não procurar esse tipo de recurso, se faz ainda mais necessário se informar acerca dos protocolos de segurança adotados pelo país em questão no qual você estará, para que assim, por conta própria, você possa se dirigir a algum estabelecimento que realiza os testes para fazer um que atenda a demanda estipulada pela ANVISA.

Ao fim deste artigo, esperamos que tenhamos conseguido te ajudar a esclarecer suas dúvidas acerca dos testes de COVID-19 necessários para as viagens de avião! Sabemos como essa etapa de readaptação está sendo um desafio para todos, mas para te ajudar com isso, pode contar conosco!

Estamos sempre trazendo conteúdos que visam te ajudar com sua rotina de viagens, principalmente essas que estão acontecendo nesse período pós-pandemia. Inclusive, você já sabe quais as máscaras indicadas para serem usadas em viagens de avião? Para saber mais sobre esse assunto, vá para nosso último post!

© Todo os direitos reservados para Kennedy Turismo